22 junho, 2024 √†s 14:30 na Embaixada da Russia (Rua Visconde de Santar√©m 71, Lisboa) haver√° ūüôč 64¬™ Manifesta√ß√£o semanal

ūüôč 58¬™ Manifesta√ß√£o semanal

11 maio, 2024 ‚ŹĪ 14:30
Embaixada da Russia, ūüďć Rua Visconde de Santar√©m 71, Lisboa

Boicote à tomada de posse de Putin e ao desfile da Vitória da Segunda Guerra Mundial. Como surgiu a obsessão russa com a o culto do Dia da Vitória. Exibição do filme "The Hardest Hour".

Est√° a ver as not√≠cias da manifesta√ß√£o semanal em frente √† Embaixada da R√ļssia em Lisboa. Hoje, 11 de maio, 14:30.

Os embaixadores dos EUA, do Reino Unido, da Alemanha e de muitos outros países não estiveram presentes na tomada de posse de Vladimir Putin, que teve lugar no dia 7 de maio.
apnews.com/article/russia-putin-president-inauguration-ukraine-355bd36a2e833800187af848dc24a7dc

O assessor presidencial russo Yuri Ushakov afirmou nesse dia que os embaixadores ocidentais que não assistiram à cerimónia se esqueceram de quem os acreditou e porque estavam em Moscovo.
www.vedomosti.ru/politics/articles/2024/05/07/1036019-posli-chetireh-stran-bili

No dia 9 de maio, teve lugar o Desfile da Vitória na Praça Vermelha. Juntamente com Putin no pódio estavam presentes os chefes de nove países: Belarus, Cazaquistão, Quirguizia, Tajiquistão, Turkménia, Uzbequistão, Cuba, Guiné-Bissau e Laos.
www.interfax.ru/moscow/959674

O n√ļmero de convidados para o desfile tem vindo a diminuir ao longo dos anos. Em 1995, representantes de mais de 50 pa√≠ses estrangeiros participaram nas celebra√ß√Ķes. Em 2005, representantes de tr√™s dezenas de pa√≠ses e organiza√ß√Ķes internacionais participaram no jubileu que assinalou o 60¬ļ anivers√°rio do fim da guerra.
rtvi.com/news/glavnokomanduyushchiy-i-gosti-kto-nablyudal-za-p0aradami-pobedy-v-noveyshey-istorii-rossii/

Vladimir Putin, num discurso proferido no dia 9 de maio, classificou o Dia da Vit√≥ria como o feriado mais importante na R√ļssia.
www.mk.ru/politics/2024/05/09/putin-nazval-den-pobedy-samym-glavnym-rossiyskim-prazdnikom.html

Este feriado costumava ser celebrado "com lágrimas nos olhos" (palavras duma canção). Neste dia, recordavam-se os que tinham morrido e desejava-se um céu de paz para todos.

No dia 8 de maio, no programa The Breakfast Show, a antropóloga Alexandra Arkhipova explicou como a marcha do "Regimento Imortal" (onde os cidadãos russos marcham com o retrato de um familiar que participou na Segunda Guerra Mundial) ajudou a amar a guerra e o "Nunca Mais" se transformou numa obsessivo e agressivo vitória fanatismo.

Alexandra Arkhipova explica: "Dizem-nos a toda a hora que algures no Ocidente não acreditam na nossa vitória. ... E por isso temos de mostrar cada vez mais que estamos orgulhosos e que estamos orgulhosos juntos. ... Dando corpo aos militares a traves das imagens, temos que sentir-nos orgulhosos. ... O resultado é que ao final estamos orgulhosos da guerra".
www.youtube.com/watch?v=0jI5ukZnNMA

No dia 23 de maio, quinta-feira, √†s 19h00, em Lisboa, vai haver uma proje√ß√£o de benefic√™ncia do document√°rio "The Hardest Hour" no Sputnik Bar, Rua Andrade 41A. Foi criado pelo realizador e argumentista ucraniano Alan Badoev, em conjunto com o canal 1+1 Ucr√Ęnia, e foi baseado em v√≠deos enviados por 12 mil ucranianos a partir dos seus telem√≥veis e gravadores de v√≠deo.
maps.app.goo.gl/uQseM5w78gyvvvoF7

O jornalista Dmitrii Gordon, numa entrevista com Alan Badoev publicada no dia 7 de mar√ßo, descreveu o filme da seguinte forma: "Muito din√Ęmico, muito preciso. ... Fizeste com que o p√ļblico, e eu em particular, sentisse empatia".

Na mesma entrevista, Alan falou sobre a projeção do filme na NATO: "Sei o que este filme faz às pessoas, porque é honesto. ... Disseram-nos: 'vocês não percebem do que estão a fazer - as pessoas aqui são todas cínicas, estão a fazer guerra'. Mas eles abraçavam-nos e diziam: 'O que é que se passou com as personagens?'
www.youtube.com/watch?v=6a9DQj1_yuM&t=6591s

Eu e os meus amigos vimos este filme h√° duas semanas e acho que todos os cidad√£os russos deviam v√™-lo. Este filme n√£o √© tanto sobre a guerra, mas sobre a vida. A vida que existia antes de 24 de fevereiro de 2022 e em que se tornou depois daquela data para dezenas de milh√Ķes de pessoas. Parece que vemos esta guerra todos os dias na televis√£o, mas s√≥ podemos perceber como os Ucranianos a vivem no quotidiano se falarmos com eles. Ou se vermos a guerra a atrav√©s dos olhos deles neste filme. No filme tamb√©m se fala de Portugal. Venha assistir!
www.youtube.com/watch?v=TJN1XLz2Ypo

Todos os links estão na descrição. Subscreve e ajuda.
< ūüôč 57¬™ Manifesta√ß√£o semanal ūüôč 59¬™ Manifesta√ß√£o semanal >