22 junho, 2024 às 14:30 na Embaixada da Russia (Rua Visconde de Santarém 71, Lisboa) haverá 🙋 64ª Manifestação semanal

18 novembro, 2023 ⏱ 14:30
, 📍 Rua Visconde de Santarém 69, Lisboa

Criminosos de guerra com síndrome de stress pós-traumático e crianças para proteger o Kremlin.

Acções em defesa de Sasha Skochilenko e das crianças roubadas da Ucrânia.

Seguem as notícias da manifestação semanal em frente à embaixada russa em Lisboa. Hoje, 18 de novembro, às 14h30.

Segundo o jornalista Sergei Aslanian, desde o início da guerra na Ucrânia, em 2014, a oferta de armas ilegais no mercado criminoso na Rússia já ultrapassa a procura. Os combatentes que vão regressar da guerra, vão trazer ainda mais armas com eles.

De acordo com o Departamento de Assuntos dos Veteranos dos Estados Unidos, até 29% dos veteranos sofram de perturbações relacionadas com o stress pós-traumático após a guerra. Essa percentagem pode variar consoante o acesso aos cuidados de saúde. Outros estudos apontam para uma percentagem de 64%.

Anatoly Vyborny, deputado do partido no poder, Rússia Unida, propôs, a 16 de novembro, que os veteranos de guerra fossem autorizados a comprar armas sem ter tido experiência ou formação. Enquanto os cidadãos que não foram matar ucranianos, tiveram que enfrentar, nos últimos anos, um endurecimento das regras relativas à posse de armas.

O Ministério da Educação russo desenvolveu um curso básico para ensinar aos alunos como proteger a pátria do extremismo. De acordo com o chefe da Aliança dos Professores, Daniil Ken, as autoridades russas foram particularmente activas com os alunos ja em 2017. Primeiro, ensiná-los a ignorar as informações vindas da oposição política. Agora estão a ensiná-los a escrever denúncias.

As autoridades russas esperam que os criminosos de guerra e as crianças os defendam.

No dia 11 de novembro, realizou-se na Grécia uma manifestação de apoio aos presos políticos na Rússia. No mesmo dia, teve lugar em Chipre uma corrida de beneficência em apoio às vítimas do terrorismo em todo o mundo e o tradicional piquete de sábado.

Grécia: Активисты

Chipre:
www.facebook.com/nowarcy

No dia 17 de novembro, os activistas anti-guerra realizaram acções de solidariedade com a artista e activista russa Sasha Skochilenko. No início da guerra, Sasha Skochilenko substituiu várias etiquetas de preços num supermercado por autocolantes contra a guerra na Ucrânia. Associamo-nos a esta ação e proclamamos que as pessoas que lutaram e foram capturadas pelo regime são os nossos heróis. Devemos ajudá-las e continuar o trabalho que iniciaram.

Sérvia:
t.me/RDO_Serbia

Nova Iorque:
instagram.com/irina_livadnaya

Paris:
www.facebook.com/MemorialFr

Na próxima semana, no dia 20 de novembro, a associação francesa Russie-Libertés, em coligação com outras associações em França, organiza uma marcha contra a deportação de crianças ucranianas para a Rússia. Essa marcha faz parte de um conjunto de acções, illimitadas no tempo, em defesa das crianças contra o Putinismo, nas quais nos também estamos envolvidos. Juntamente com activistas de todo o mundo, exigimos o regresso de todas as crianças roubadas à Ucrânia.

França:
russie-libertes.org/

Junte-se às ativistas no mundo inteiro. Venham às nossas manifestações e organizem manifestações em cidades onde não estamos. Somos pessoas como tu.

Nossos actividades e catalogo das iniciativas no site:
adrl.pt

Instagram https://www.instagram.com/adrl.pt/

Facebook
www.facebook.com/adrl.pt

Telegram
t.me/adrl_pt

YouTube
www.youtube.com/@adrl_pt

< >